06 de março de 2018

Te Deum, laudamus (Senhor, nós te louvamos), traduzido pelo Dr. Martinho Lutero

O Te Deum alemão é livre versão do canto de louvor ambrosiano, que já na Igreja Antiga era visto como expressão clássica da fé cristã e equiparado ao Credo Apostólico. Muito foi discutida a autoria do Te Deum, sem que se conseguisse comprovar a autoria de Ambrósio de Milão. É provável que a versão de Lutero tenha sido feita em 1529.

 

Coro I Coro II

 

Senhor, louvamos-te e agradecemos-te.
Dá honras, ó Pai, a ti a terra toda aqui;
Os exércitos do céu e o que serve ao nome teu.
Também, Senhor, os querubins te exaltam com os serafins:
Santo é Deus, o Senhor, santo é Deus, o Senhor.

 

Ambos os coros em conjunto:
Santo é Deus, o Senhor, de tudo o Criador.

 

Coro I Coro II

 

A glória e o domínio teu
abrangem toda a terra e céu,
Os doze apóstolos te dão
louvor perene e adoração;
E os mártires com seu sofrer,
elevam, Deus, o teu poder;
A cristandade sem cessar
a ti somente há de exaltar,
Ao poderoso Pai no céu
e a Jesus Cristo, o Filho seu,
Ao Espírito Consolador
só rende ao trino Deus louvor.
Jesus, vieste a nós dos céus
Filho unigênito de Deus,
Igual a nós, homem nascer
a fim de a todos absolver.
Por tua morte, tua cruz,
do céu nos concedeste a luz
Sentas do Pai à destra mão,
a ti seja honra, adoração;
E todos tu virás julgar,
quando este mundo se findar.
Ajuda-nos, o povo teu,
salvos pelo caro sangue teu;
Queiras o céu nos conceder,
vida eterna com os santos ter.
Pedimos-te, Jesus Senhor,
que nos proteja o teu amor,
Nos livre aqui de todo o mal
e nos dê a vida eternal.
A ti sempre damos louvor,
honrando o nome teu, Senhor;
Preserva-nos de tentação
e dá-nos força na aflição;
De nós tem compaixão, Senhor,
e ampara-nos em toda dor.
Nossa oração atende aqui,
pois confiamos só em ti;
Em ti estamos a esperar,
não queiras nos abandonar.

 

Ambos os coros:

AMÉM.