01 de julho de 2007

Pregar e sofrer

Salmo 51.13-19

Essa promessa é sobremodo linda e amável, se só pudéssemos crer que nossas tribulações são o sacrifício mais agradável a Deus. Nosso Senhor Deus muito se agrada de nossa pregação, sofrimento e tristeza que são nosso maior sacrifício. Agora, aqui ele não está falando do sacrifício de louvor e gratidão, mas ensina que tribulação e angústia são o maior sacrifício, pois fazem morrer o velho homem. Se prego, faço isso em louvor a Deus, nosso Senhor, e esse é meu sacrifício matinal e vespertino. Pois Deus tem prazer em que se pregue a seu respeito, e cada pregação é o mais sublime sacrifício. Se alguém prega corretamente, está louvando o nosso Senhor. Se alguém é jogado na prisão por causa disso, está oferecendo também o outro sacrifício. Nossa tribulação e sofrimento são agradáveis a Deus e diante dele valem por mil sacrifícios. O espírito quebrantado e entristecido é um sacrifício maior do que todos os sacrifícios levíticos. Quisera pudéssemos crer isso!