01 de julho de 2007

O Culto

Salmo 42

Essa multidão de povo precisa de um lugar, de dias ou de horários que sejam convenientes aos ouvintes da palavra de Deus. Por isso Deus ordenou e instituiu os santos sacramentos para serem administrados na comunidade reunida e num lugar onde nos reunimos para orar e agradecer a Deus. A reunião dos cristãos oferece esta vantagem: a oração é mais poderosa do que em outras circunstâncias. É claro que se pode e se deve orar sempre e em todos os lugares. Mas, em nenhum lugar, a oração é tão forte e poderosa como no momento em que a multidão do povo ora em conjunto e em harmonia. Isso é dito para que nós, os cristãos, saibamos como, com que finalidade e com que freqüência devemos orar, ou seja, que devemos reunir-nos em lugar e hora convenientes a todos, para estudar e ouvir a palavra de Deus e apresentar a Deus as nossas necessidades e as de outros, necessidades gerais e específicas, e, assim, mandemos aos céus uma forte e poderosa oração. Reunidos, devemos também, com gratidão, enaltecer e louvar a Deus por seus benefícios. E esse, nós bem o sabemos, é o verdadeiro culto, agradável a Deus, e ao qual ele, pessoalmente, se faz presente. E tudo o que se passa nessa reunião de toda a comunidade ou Igreja é santo, obra de Deus e sábado sagrado, por meio do qual Deus é cultuado de forma correta e em santidade, e se presta auxílio a todas as pessoas.