01 de agosto de 2007

A meus irmãos declarei o teu nome

Salmo 22.22-32

O grande Deus, que enche céu e terra, diz aos que o ouvem: Vocês são meus irmãos. Quem, portanto, ama a palavra, a ouve-a e a honra, sabe bem em que alta conta Cristo o tem. E isso nos consola apesar de todos os tiranos. Que podem eles fazer se Cristo é nosso irmão, e ainda que sejam unicórnios? Essa palavra, “irmão”, também inclui o seguinte: Nós temos o que ele tem. Ele é bem-aventurado, livre do diabo, isento de pecado, etc. Pois nós também somos tudo isso. Assim, também se explica o que vem a ser o reino de Cristo: uma irmandade tal que tem a vida eterna, a bem-aventurança, redenção dos pecados, do diabo, etc. Tais são as riquezas abundantes deste mistério: Somos irmãos e co-herdeiros com Cristo, filhos de Deus, reis do mundo, proprietários de indizíveis bens com Cristo. Em resumo: é o céu.