CIL - Comissão Interluterana de Literatura  
   português  english
Menu
Página Inicial
Quem somos
Obras de Lutero
Obras Selecionadas
Chave Multilíngue
A vida de Lutero
Castelo Forte
Confissão de Augsburgo
Convênio de Cooperação
Conferência Nacional Interluterana
Literatura sobre Lutero
Hinos de Lutero
Igrejas Luteranas
Medite com o Castelo Forte
Meditações de Lutero
Um homem do Milênio
Informativos
O Abraço de Deus
Dicas de Redação
Contate-nos
Procure por mensagens
 
 
Castelo Forte
 

Mensagens do Castelo Forte
- Presente o ano todo -

 

20/10/2008

Como ser perfume?
2 Coríntios 2.12-17

 

Como um perfume que se espalha por todos os lugares, somos usados por Deus para que Cristo seja conhecido por todas as pessoas (v. 14b).
“Depois da colheita, vamos nos mudar. Nossos filhos nos querem mais perto. Nós precisamos deles e eles, de nós. Lá, também há comunidade. E, se não houver um grupo de trabalho de mulheres cristãs, podemos começá-lo!” Você consegue imaginar o que se passa com essa mulher? A certa altura da vida, deixar tudo, sua história, sua comunidade, seus amigos e amigas... A situação de vida impõe limites, mas a fé, abre-os.
O apóstolo Paulo agradece a Deus por ele conduzir as nossas vidas, e compara isso com o perfume que se espalha. O aroma não se pode aprisionar. Ele é livre, assim como o Espírito de Deus que age em nós. Aceitar as mudanças em nossas vidas não é tão simples assim. Temos a tendência de criar raízes, como árvores. Viver o que conhecemos e com o que nos acostumamos é muito mais fácil. Dispor-se a ser perfume que se espalha é um desafio. O aroma pode agradar a uns e desagradar a outros. Então, Paulo proclama: “Nós não anunciamos a mensagem de Cristo como um negócio qualquer, mas com sinceridade, como seus mensageiros e suas mensageiras”. A mulher referida acima poderia ter dito: “Lá, há comunidade; quando precisar, vou procurar!”, (como se procura qualquer casa de vendas). Mas, não! Ela disse: “Enquanto Deus me der saúde, também poderei servi-lo lá!” Eis um testemunho, que faz pensar: será que sempre aceitamos ser perfume de Cristo, que se espalha?

 

 

 

Ó Deus! Tu mesmo nos envias para sermos tuas testemunhas, em palavras e atitudes. Nem sempre percebemos que somos como perfume que se espalha. Por isso, pedimos que o nosso agir e falar sejam sempre sinceros e testemunhem o teu Evangelho, ali, aonde tu nos conduzes. Amém.


encaminhe encaminhe | imprima imprima


Leia as meditações anteriores através do nosso histórico:

 

  Mensagem do dia 25/12/2008
  Mensagem do dia 18/12/2008
  Mensagem do dia 11/12/2008
  Mensagem do dia 04/12/2008
  Mensagem do dia 24/11/2008
  Mensagem do dia 17/11/2008
  Mensagem do dia 10/11/2008
  Mensagem do dia 27/10/2008
  Mensagem do dia 20/10/2008
  Mensagem do dia 13/10/2008
  Mensagem do dia 06/10/2008
  Mensagem do dia 25/09/2008
  Mensagem do dia 18/09/2008
  Mensagem do dia 11/09/2008
  Mensagem do dia 04/09/2008
  Mensagem do dia 25/08/2008
  Mensagem do dia 18/08/2008
  Mensagem do dia 11/08/2008
  Mensagem do dia 04/08/2008
  Mensagem do dia 25/07/2008
  Mensagem do dia 17/07/2008
  Mensagem do dia 09/07/2008
  Mensagem do dia 01/07/2008
  Mensagem do dia 25/06/2008
  Mensagem do dia 18/06/2008
  Mensagem do dia 11/06/2008
  Mensagem do dia 02/06/2008
  Mensagem do dia 24/05/2008
  Mensagem do dia 17/05/2008
  Mensagem do dia 09/05/2008
  Mensagem do dia 24/04/2008
  Mensagem do dia 17/04/2008
  Mensagem do dia 10/04/2008
  Mensagem do dia 03/04/2008
  Mensagem do dia 27/03/2008
  Mensagem do dia 20/03/2008
  Mensagem do dia 13/03/2008
  Mensagem do dia 06/03/2008
  Mensagem do dia 23/02/2008
  Mensagem do dia 16/02/2008
  Mensagem do dia 08/02/2008
  Mensagem do dia 01/02/2008
  Mensagem do dia 25/01/2008
  Mensagem do dia 18/01/2008
  Mensagem do dia 11/01/2008
  Mensagem do dia 04/01/2008
   
  Mensagens de 2017
  Mensagens de 2016
  Mensagens de 2015
  Mensagens de 2014
  Mensagens de 2013
  Mensagens de 2012
  Mensagens de 2011
  Mensagens de 2010
  Mensagens de 2009
  Mensagens de 2007
  Mensagens de 2006
  Mensagens de 2005
  Mensagens de 2004
  Mensagens de 2003
  Mensagens de 2002
Editoras

Editora Sinodal
Rua Amadeo Rossi, 467
CEP: 93.030-220
São Lopoldo - RS
Fone/Fax: (51) 3037-2366
www.editorasinodal.com.br
editora@editorasinodal.com.br
Editora Concórdia

Avenida Pátria, 466
CEP: 90.230-070
Porto Alegre – RS
Fone/fax: (51) 3272-3456

www.editoraconcordia.com.br
editora@editoraconcordia.com.br
Atenção!
Envie sua opinião e sugestões sobre o site da CIL para:

cil@lutero.com.br
Deseja adquirir algum produto de nossas editoras?
Confira a lista de distribuidores:
Editora Sinodal
Editora Concórdia
 
Caixa Postal: 11 - CEP: 93001-970 - São Leopoldo - RS - Brasil - Fone: (51) 3037-2366   
Desenvolvimento PW Agency