CIL - Comissão Interluterana de Literatura  
   português  english
Menu
Página Inicial
Quem somos
Obras de Lutero
Obras Selecionadas
Chave Multilíngue
A vida de Lutero
Castelo Forte
Confissão de Augsburgo
Convênio de Cooperação
Conferência Nacional Interluterana
Literatura sobre Lutero
Hinos de Lutero
Igrejas Luteranas
Medite com o Castelo Forte
Meditações de Lutero
Um homem do Milênio
Informativos
O Abraço de Deus
Dicas de Redação
Contate-nos
Procure por mensagens
 
 
Castelo Forte
 

Mensagens do Castelo Forte
- Presente o ano todo -

 

27/10/2008

Diaconia revela o rosto de Cristo
2 Coríntios 4.1-6

 

Anunciamos a Jesus Cristo como o Senhor e a nós como servos de vocês, por causa de Jesus (v. 5).
Discute-se muito sobre o tema diaconia, como um dos ministérios na Igreja. Grupos consideram-na uma conquista, com a relevância que se dá aos ministérios compartilhados. Há pessoas ordenadas no ministério diaconal que se consideram autoridades, como se isso fosse um “direito adquirido”.
Paulo não discute o assunto. Para ele, diaconia não era um tema sobre o qual se pudesse discutir; ou a diaconia é uma realidade, ou ela não é. O texto bíblico acima não fala de “ministério” como é entendido hoje. Para Jesus e Paulo, diaconia não era um ministério, mas, simplesmente, serviço prestado a pessoas necessitadas! Ela existia por causa e em nome da misericórdia divina, para (re)compor a dignidade humana. Fazendo isso, cada cristão era diácono.
Paulo fala do coração e da alma da diaconia: somos o bom perfume de Cristo, que se espalha onde testemunhamos a Palavra de Deus, em anúncio e vivência; não negociamos esta Palavra no mercado religioso (2 Coríntios 2.15-17), mas a colocamos a serviço de pessoas em dificuldades: “Pois não anunciamos a nós mesmos; anunciamos a Jesus Cristo como o Senhor e a nós como servos de vocês, por causa de Jesus”!
O serviço diaconal – e não o poder pessoal e eclesiástico – coloca-nos onde Jesus se colocou: nos porões da humanidade, para, ali, revelar a verdade do amor de Deus, que faz a luz brilhar na escuridão e em nossos corações, assim como brilhou no rosto de Cristo.

 

 

 

Deus de amor e misericórdia! Obrigada por enviar teu Filho amado para nos servir e resgatar da escravidão das trevas. Fortalece-nos, para não desanimarmos. Ensina-nos a diaconia que revela a tua verdade. Coloca-nos a serviço da tua graça. Em Cristo. Amém.


encaminhe encaminhe | imprima imprima


Leia as meditações anteriores através do nosso histórico:

 

  Mensagem do dia 25/12/2008
  Mensagem do dia 18/12/2008
  Mensagem do dia 11/12/2008
  Mensagem do dia 04/12/2008
  Mensagem do dia 24/11/2008
  Mensagem do dia 17/11/2008
  Mensagem do dia 10/11/2008
  Mensagem do dia 27/10/2008
  Mensagem do dia 20/10/2008
  Mensagem do dia 13/10/2008
  Mensagem do dia 06/10/2008
  Mensagem do dia 25/09/2008
  Mensagem do dia 18/09/2008
  Mensagem do dia 11/09/2008
  Mensagem do dia 04/09/2008
  Mensagem do dia 25/08/2008
  Mensagem do dia 18/08/2008
  Mensagem do dia 11/08/2008
  Mensagem do dia 04/08/2008
  Mensagem do dia 25/07/2008
  Mensagem do dia 17/07/2008
  Mensagem do dia 09/07/2008
  Mensagem do dia 01/07/2008
  Mensagem do dia 25/06/2008
  Mensagem do dia 18/06/2008
  Mensagem do dia 11/06/2008
  Mensagem do dia 02/06/2008
  Mensagem do dia 24/05/2008
  Mensagem do dia 17/05/2008
  Mensagem do dia 09/05/2008
  Mensagem do dia 24/04/2008
  Mensagem do dia 17/04/2008
  Mensagem do dia 10/04/2008
  Mensagem do dia 03/04/2008
  Mensagem do dia 27/03/2008
  Mensagem do dia 20/03/2008
  Mensagem do dia 13/03/2008
  Mensagem do dia 06/03/2008
  Mensagem do dia 23/02/2008
  Mensagem do dia 16/02/2008
  Mensagem do dia 08/02/2008
  Mensagem do dia 01/02/2008
  Mensagem do dia 25/01/2008
  Mensagem do dia 18/01/2008
  Mensagem do dia 11/01/2008
  Mensagem do dia 04/01/2008
   
  Mensagens de 2017
  Mensagens de 2016
  Mensagens de 2015
  Mensagens de 2014
  Mensagens de 2013
  Mensagens de 2012
  Mensagens de 2011
  Mensagens de 2010
  Mensagens de 2009
  Mensagens de 2007
  Mensagens de 2006
  Mensagens de 2005
  Mensagens de 2004
  Mensagens de 2003
  Mensagens de 2002
Editoras

Editora Sinodal
Rua Amadeo Rossi, 467
CEP: 93.030-220
São Lopoldo - RS
Fone/Fax: (51) 3037-2366
www.editorasinodal.com.br
editora@editorasinodal.com.br
Editora Concórdia

Avenida Pátria, 466
CEP: 90.230-070
Porto Alegre – RS
Fone/fax: (51) 3272-3456

www.editoraconcordia.com.br
editora@editoraconcordia.com.br
Atenção!
Envie sua opinião e sugestões sobre o site da CIL para:

cil@lutero.com.br
Deseja adquirir algum produto de nossas editoras?
Confira a lista de distribuidores:
Editora Sinodal
Editora Concórdia
 
Caixa Postal: 11 - CEP: 93001-970 - São Leopoldo - RS - Brasil - Fone: (51) 3037-2366   
Desenvolvimento PW Agency