CIL - Comissão Interluterana de Literatura  
   português  english
Menu
Página Inicial
Quem somos
Obras de Lutero
Obras Selecionadas
Chave Multilíngue
A vida de Lutero
Castelo Forte
Confissão de Augsburgo
Convênio de Cooperação
Conferência Nacional Interluterana
Literatura sobre Lutero
Hinos de Lutero
Igrejas Luteranas
Medite com o Castelo Forte
Meditações de Lutero
Um homem do Milênio
Informativos
O Abraço de Deus
Dicas de Redação
Contate-nos
Procure por mensagens
 
 
Castelo Forte
 

Mensagens do Castelo Forte
- Presente o ano todo -

 

11/12/2008

Ombro de pai e colo de mãe
Isaías 63.7-16

 

E todos os dias, ano após ano, ele os pegava e carregava no colo (v. 9).
A história de Deus com o seu povo é cheia de tensões e sofrimento. Para o povo, por causa da sua incorrigível mania de dispensar a companhia de Deus; para Deus, por causa do seu infalível amor. Claro, existem tempos de grande felicidade nesse relacionamento. Neles, a bondade, a compaixão e o amor do Pai são enaltecidos. E Deus vê no seu povo filhos que nunca o trairão (v. 8). No entanto, de repente, tudo muda. O povo se emancipa, no melhor estilo ateísta, revolta-se contra ele e ofende o seu santo Espírito (v.10). Mas, quando o infortúnio se abate sobre ele, pergunta, desavergonhadamente, por que Deus o deixou sozinho. E o extraordinário acontece: Deus está ali com o seu ombro de pai e seu colo de mãe.

O amor de Deus é impressionante: larga de mão o seu povo, para, logo adiante, procurá-lo e abraçá-lo. Perdoa ofensas e traições. A expressão extrema desse amor é a pobreza da manjedoura de Belém e a crucificação do Filho de Deus. O Pai não renega o seu amor nem a sua paternidade. Não há necessidade de teste de DNA. Todos os dias, ano após ano, ele nos pega pela mão e nos carrega no colo. Quem se considera adulto demais para sentar no colo de Deus, deve saber que no seu Reino não há outro tipo de assento. Ou senta no seu colo ou não senta. Bem-aventurada a pessoa a quem é dada a fé para aceitar o imensurável amor declarado do Pai.

Advento também significa despir-se da pretensiosa vaidade e tomar o caminho da vida na boa companhia do Senhor.

 

 

 

Obrigado, Senhor, porque podemos chegar à tua presença. Não somos melhores do que o teu povo no passado e não merecemos o teu amor. Perdoa-nos. Tu és fiel e não nos entregas à nossa própria sorte. Guia-nos hoje com o teu Espírito, protege-nos contra o mal e abençoa os nossos passos. Amém. RD


encaminhe encaminhe | imprima imprima


Leia as meditações anteriores através do nosso histórico:

 

  Mensagem do dia 25/12/2008
  Mensagem do dia 18/12/2008
  Mensagem do dia 11/12/2008
  Mensagem do dia 04/12/2008
  Mensagem do dia 24/11/2008
  Mensagem do dia 17/11/2008
  Mensagem do dia 10/11/2008
  Mensagem do dia 27/10/2008
  Mensagem do dia 20/10/2008
  Mensagem do dia 13/10/2008
  Mensagem do dia 06/10/2008
  Mensagem do dia 25/09/2008
  Mensagem do dia 18/09/2008
  Mensagem do dia 11/09/2008
  Mensagem do dia 04/09/2008
  Mensagem do dia 25/08/2008
  Mensagem do dia 18/08/2008
  Mensagem do dia 11/08/2008
  Mensagem do dia 04/08/2008
  Mensagem do dia 25/07/2008
  Mensagem do dia 17/07/2008
  Mensagem do dia 09/07/2008
  Mensagem do dia 01/07/2008
  Mensagem do dia 25/06/2008
  Mensagem do dia 18/06/2008
  Mensagem do dia 11/06/2008
  Mensagem do dia 02/06/2008
  Mensagem do dia 24/05/2008
  Mensagem do dia 17/05/2008
  Mensagem do dia 09/05/2008
  Mensagem do dia 24/04/2008
  Mensagem do dia 17/04/2008
  Mensagem do dia 10/04/2008
  Mensagem do dia 03/04/2008
  Mensagem do dia 27/03/2008
  Mensagem do dia 20/03/2008
  Mensagem do dia 13/03/2008
  Mensagem do dia 06/03/2008
  Mensagem do dia 23/02/2008
  Mensagem do dia 16/02/2008
  Mensagem do dia 08/02/2008
  Mensagem do dia 01/02/2008
  Mensagem do dia 25/01/2008
  Mensagem do dia 18/01/2008
  Mensagem do dia 11/01/2008
  Mensagem do dia 04/01/2008
   
  Mensagens de 2017
  Mensagens de 2016
  Mensagens de 2015
  Mensagens de 2014
  Mensagens de 2013
  Mensagens de 2012
  Mensagens de 2011
  Mensagens de 2010
  Mensagens de 2009
  Mensagens de 2007
  Mensagens de 2006
  Mensagens de 2005
  Mensagens de 2004
  Mensagens de 2003
  Mensagens de 2002
Editoras

Editora Sinodal
Rua Amadeo Rossi, 467
CEP: 93.030-220
São Lopoldo - RS
Fone/Fax: (51) 3037-2366
www.editorasinodal.com.br
editora@editorasinodal.com.br
Editora Concórdia

Avenida Pátria, 466
CEP: 90.230-070
Porto Alegre – RS
Fone/fax: (51) 3272-3456

www.editoraconcordia.com.br
editora@editoraconcordia.com.br
Atenção!
Envie sua opinião e sugestões sobre o site da CIL para:

cil@lutero.com.br
Deseja adquirir algum produto de nossas editoras?
Confira a lista de distribuidores:
Editora Sinodal
Editora Concórdia
 
Caixa Postal: 11 - CEP: 93001-970 - São Leopoldo - RS - Brasil - Fone: (51) 3037-2366   
Desenvolvimento PW Agency