CIL - Comissão Interluterana de Literatura  
   português  english
Menu
Página Inicial
Quem somos
Obras de Lutero
Obras Selecionadas
Chave Multilíngue
A vida de Lutero
Castelo Forte
Confissão de Augsburgo
Convênio de Cooperação
Conferência Nacional Interluterana
Literatura sobre Lutero
Hinos de Lutero
Igrejas Luteranas
Medite com o Castelo Forte
Meditações de Lutero
Um homem do Milênio
Informativos
Dicas de Redação
Contate-nos
Procure por mensagens
 
 
Castelo Forte
 

Mensagens do Castelo Forte
- Presente o ano todo -

 

16/03/2012

A semente da vida
João 12.20-33

 

... se um grão de trigo não for jogado na terra e não morrer, ele continuará a ser somente um grão. Mas, se morrer, dará muito trigo. (v. 24)

A germinação de uma semente é algo sensacional! Um grão vira uma planta! Um milagre digno de observação.
Ao aproximar-se a Semana Santa, somos convidados a observar outro milagre, aquele em que o próprio Senhor Jesus se fez semente e permitiu-se morrer.
Jesus explica: se uma semente de trigo não for jogada na terra e não morrer, ela continuará a ser apenas uma semente, apenas um grão!
Jesus refere-se a si mesmo, à sua morte e ressurreição. Ao morrer na cruz, ele, a Semente vinda dos céus, germinou. Na ressurreição, a Planta cresceu e se tornou Árvore, que não era deste mundo! Somente Adão e Eva a haviam conhecido. Era árvore da vida plantada pelo Criador no Jardim do Éden. Ela veio ao nosso mundo. Todo o que crê em Jesus, come do seu fruto e tem a vida eterna.
Pelas palavras do Mestre, que compara a sua morte ao germinar de uma semente, compreendemos não somente a razão de sua crucificação, mas também o desafio que ele nos faz ao dizer: “Quem ama a sua vida, não terá vida verdadeira; mas quem não se apega à sua vida neste mundo, ganhará para sempre a vida verdadeira” (v. 25).
São palavras que desafiam, mas também consolam, pois sabemos que todo sofrimento, toda a dor e toda a injustiça sofrida não passa de um germinar de semente.
Que o fruto da Árvore da Vida esteja sempre diante de nós e, que, como discípulos de Cristo, possamos continuar frutificando e revelando a natureza gloriosa de Deus.

 

 

 

Obrigado, Senhor Deus, por teres enviado Jesus ao mundo. Obrigado pelos frutos da obra consumada na cruz. Ajuda-nos a compreender os teus planos e os teus caminhos e concede-nos força para andar neles. Amém.


encaminhe encaminhe | imprima imprima


Leia as meditações anteriores através do nosso histórico:

 

  Mensagem do dia 24/12/2012
  Mensagem do dia 17/12/2012
  Mensagem do dia 10/12/2012
  Mensagem do dia 03/12/2012
  Mensagem do dia 22/11/2012
  Mensagem do dia 15/11/2012
  Mensagem do dia 08/11/2012
  Mensagem do dia 01/11/2012
  Mensagem do dia 22/10/2012
  Mensagem do dia 15/10/2012
  Mensagem do dia 08/10/2012
  Mensagem do dia 01/10/2012
  Mensagem do dia 24/09/2012
  Mensagem do dia 17/09/2012
  Mensagem do dia 10/09/2012
  Mensagem do dia 03/09/2012
  Mensagem do dia 22/08/2012
  Mensagem do dia 15/08/2012
  Mensagem do dia 08/08/2012
  Mensagem do dia 01/08/2012
  Mensagem do dia 23/07/2012
  Mensagem do dia 16/07/2012
  Mensagem do dia 09/07/2012
  Mensagem do dia 02/07/2012
  Mensagem do dia 22/06/2012
  Mensagem do dia 15/06/2012
  Mensagem do dia 08/06/2012
  Mensagem do dia 01/06/2012
  Mensagem do dia 22/05/2012
  Mensagem do dia 15/05/2012
  Mensagem do dia 08/05/2012
  Mensagem do dia 01/05/2012
  Mensagem do dia 25/04/2012
  Mensagem do dia 18/04/2012
  Mensagem do dia 11/04/2012
  Mensagem do dia 04/04/2012
  Mensagem do dia 23/03/2012
  Mensagem do dia 16/03/2012
  Mensagem do dia 09/03/2012
  Mensagem do dia 02/03/2012
  Mensagem do dia 22/02/2012
  Mensagem do dia 15/02/2012
  Mensagem do dia 08/02/2012
  Mensagem do dia 01/02/2012
  Mensagem do dia 23/01/2012
  Mensagem do dia 16/01/2012
  Mensagem do dia 10/01/2012
   
  Mensagens de 2014
  Mensagens de 2013
  Mensagens de 2011
  Mensagens de 2010
  Mensagens de 2009
  Mensagens de 2008
  Mensagens de 2007
  Mensagens de 2006
  Mensagens de 2005
  Mensagens de 2004
  Mensagens de 2003
  Mensagens de 2002
Editoras

Editora Sinodal
Rua Amadeo Rossi, 467
CEP: 93.030-220
São Lopoldo - RS
Fone/Fax: (51) 3037-2366
www.editorasinodal.com.br
editora@editorasinodal.com.br
Concórdia Editora
Av. São Pedro, 633
CEP: 90.020-120
Porto Alegre - RS
Fone/Fax: (51) 3272-3456
www.editoraconcordia.com.br
editora@editoraconcordia.com.br
Atenção!
Envie sua opinião e sugestões sobre o site da CIL para:

cil@lutero.com.br
Deseja adquirir algum produto de nossas editoras?
Confira a lista de distribuidores:
Editora Sinodal
Editora Concórdia
 
Caixa Postal: 11 - CEP: 93001-970 - São Leopoldo - RS - Brasil - Fone: (51) 3037-2366   
Desenvolvimento PW Agency