Quem somos

1966 – 2018: 52 ANOS DE CIL


A COMISSÃO INTERLUTERANA DE LITERATURA (CIL) é um grupo de trabalho da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB). Foi criada em 1966. Seu principal objetivo é o de planejar e de promover a editoração e divulgação de literatura do interesse comum de ambas as igrejas e testemunhar, assim, a vida cristã no contexto da sociedade brasileira por meio da palavra impressa.

 

ATRIBUIÇÕES DA CIL:

 

> Estudar a possibilidade de publicar em conjunto: periódicos, devocionários, anuários, livros e folhetos;

> Promover a edição, em texto comum, de obras traduzidas, por exemplo, hinos, música sacra, catecismos, material audio-visual bem como todas as confissões luteranas;

> Promover a redação, tradução e edição de obras teológicas de necessidade comum, examinando, nos planos editoriais de cada Igreja, títulos que possam ser coeditados a curto, médio e longo prazo;

> Providenciar fundos para edições;

> Alocar recursos, promover e participar de seminários, encontros, conferências e cursos de teólogos, jornalistas, redatores, escritores, editores e livreiros evangélicos, visando ao aperfeiçoamento técnico dentro dos princípios de comunicação social;

> Descobrir e estimular vocações literárias cristãs.

 

A Comissão reúne-se ordinariamente quatro vezes ao ano, e extraordinariamente por convocação do presidente ou por solicitação de 2/3 dos membros, tantas vezes quantas forem necessárias. A CIL escolhe, dentre seus membros titulares, um Presidente e um Secretário, para uma gestão de dois anos. Nesta diretoria haverá representação de ambas as igrejas. O atual presidente da CIL é o Nilo Wachholz.


Para cumprir suas tarefas, a CIL mantém um editor de tempo integral e a COMISSÃO EDITORIAL OBRAS DE LUTERO (CEOL). O editor é Yedo Brandenburg.

 

MEMBROS INTEGRANTES DA CIL:
 
> Aline Gehm Koller Albrecht
> Carmen Michel Siegle
> Eric Peter Nelson
> Fernando Ellwanger Garske
> Nilo Wachholz
> Robson Luís Neu

 

A CIL edita o devocionário Castelo Forte e Obras Selecionadas de Martinho Lutero.
Maiores informações sobre a CIL: e-mail cil@lutero.com.br

 

 

 

COMISSÃO EDITORIAL OBRAS DE LUTERO (CEOL)

 

A CEOL é responsável pela seleção de obras do Reformador Martinho Lutero. É composta por dois ou mais teólogos de cada Igreja (IECLB e IELB). Seus membros são convocados pela CIL por um período de quatro anos. Podem ser convocados para sucessivas gestões. Indicados pela CIL, carecem da homologação da direção das respectivas igrejas. Atual presidente da CEOL é  Wilhelm Wachholz.

 

ATRIBUIÇÕES DA CEOL:

 

> determinar os conteúdos de cada volume do projeto
> providenciar as introduções a cada volume, a cada bloco de escritos e a cada texto
> avaliar a redação final dos textos
> acompanhar o Editor na redação das notas de rodapé

 

MEMBROS INTEGRANTES DA CEOL:

 

> Claus Schwambach, doutor, 2001, Universidade Friedrich-Alexander Erlangen-Nürnberg, Alemanha, integrante da comissão desde 2013;
> Clóvis Jair Prunzel, doutor, 2014, Concordia Theological Seminary, Fort Wayne, EUA, integrante da Comissão desde 2006;
> Mário Francisco Tessmann, doutor, 1998, Universidade Karl Ruprecht de Heidelberg, Alemanha, integrante da comissão desde 2013;
> Paulo Wille Buss, doutor, 1994, Concordia Seminary, Saint Louis, EUA, integrante da Comissão desde 2006;
> Ricardo Willy Rieth, doutor, 1992, Universidade de Leipzig, Alemanha, integrante da comissão desde 1993;
> Wilhelm Wachholz, doutor, 2000, Instituto Ecumênico de Pós-graduação (IEPG) da Escola Superior de Teologia, São Leopoldo, Brasil, integrante da Comissão desde 2006.

 

 

 

Obras Selecionadas de Martinho Lutero reúnem 14 volumes de aproximadamente 500 páginas cada um, que visa divulgar, em tradução brasileira, escritos representativos das diversas áreas e períodos de atuação do Reformador, quais sejam: os primórdios e o programa da Reforma (escritos de 1517 a 1520), debates e controvérsias, ética social e política, Igreja e culto, interpretação bíblica, sermões polêmicos e cartas.

A coleção proporciona condições para se compreender não só a trajetória do Reformador, mas as próprias origens do mundo ocidental contemporâneo, que remonta à Reforma. Constitui-se em recurso indispensável para historiadores, cientistas sociais, filósofos, teólogos, educadores, políticos e cidadãos que estejam dispostos a empenhar-se na construção de um mundo melhor face ao apelo e aos imperativos do Evangelho de Jesus Cristo, copiosamente haurido e magistralmente interpretado por Martinho Lutero.

 

A CIL já publicou 13 volumes das obras selecionadas:

 

Volume 1: Os primórdios (escritos de 1517 a 1519)
Volume 2: O programa da Reforma (escritos de 1520)
Volume 3: Debates e controvérsias, I
Volume 4: Debates e controvérsias, II
Volume 5: Ética social
Volume 6: Ética política
Volume 7: Vida em Comunidade
Volume 8: Interpretação Bíblica
Volume 9: Interpretação do Novo Testamento
Volume 10: Interpretação do Novo Testamento
Volume 11: Interpretação do Novo Testamento
Volume 12: Interpretação do Antigo Testamento
Volume 13: Interpretação do Antigo Testamento