06 de março de 2018

Deus seja louvado e bendito

O hino foi publicado em 1524, em Wittenberg e Erfurt. Deve ter surgido por volta da festa de Corpus Christi de 1524. Esta suposição se deve ao fato de a estrofe que lhe serve de base ter sido sempre cantada nesta festa. Lutero eliminou dela aquelas partes que julgava anti-evangélicas e acrescentou-lhe mais duas estrofes. No hino, Lutero encontra a comprovação de que a celebração do Sacramento sob duas espécies não era novidade para o povo.

 

1- Seja bendito, Deus seja louvado por nos ter alimentado com sua carne e com seu santo sangue, para o bem no-lo concede.
Kyrie eleison.
Senhor, pelo santo corpo teu, que da virgem Maria nasceu, por teu sangue, Senhor, livra-nos de toda dor.
Kyrie eleison.

 

2- Seu santo corpo foi sacrificado, tendo a vida conquistado.
E para celebrar sua memória bem maior não dar podia.
Kyrie eleison.
Teu imenso amor te constrangeu que na cruz verteste o sangue teu.
Nossa culpa pagou, e o favor de Deus granjeou.
Kyrie eleison.

 

3- Que tua graça, ó Deus, nós obtenhamos, e no teu caminho andemos; e para que não nos arrependamos, em fraterno amor vivamos.
Kyrie eleison.
Não nos abandone o Espírito, que conceda comedimento, e que teu povo então viva em santa paz e união.
Kyrie eleison